diferença entre SEO e PPC

Mídia PPC vs SEO: qual a diferença e quando usar?

Os mecanismos de busca, como o Google, Bing, entre outros, exibem dois tipos de resultados ao realizar uma pesquisa: orgânicos e pagos.

Para explicar basicamente a diferença entre SEO e PPC (mídia pay per click), poderíamos simplesmente dizer:

  • Os resultados pagos aparecem quando empresas compram cliques com o Google.
  • Já os resultados orgânicos são aqueles que o Google percebe serem relevantes para aquela pesquisa.

As empresas podem aumentar o tráfego do site aparecendo em resultados orgânicos e pagos usando SEO e PPC. Por isso, nesse guia, abordamos quando e como usar SEO, PPC ou ambos para uma estratégia mais abrangente de SEM (Search Engine Marketing).

Mas primeiro, vamos cobrir o básico e entender melhor a diferença entre SEO e PPC (links patrocinados).

O que é SEO?

SEO (Search Engine Optimization, ou otimização para mecanismos de busca) é a prática de otimizar o conteúdo a ser descoberto através dos resultados orgânicos de um mecanismo de pesquisa.

O Google e outros mecanismos de pesquisa analisam centenas de fatores para decidir quais páginas serão classificadas para consultas. Ninguém sabe o que são todos esses fatores, mas os mais importantes são divididos em três grupos:

O que é SEO?

SEO On-page

O SEO on-page é a prática de otimizar páginas da web individuais.

Exemplos de táticas de otimização on-page incluem:

  • Abranger um tópico em profundidade
  • Usar URLs curtos e descritivos
  • Corresponder às intenções de pesquisa
  • Escrever tags de título e meta descrições atraentes
  • Usar as tags alt descritivas para imagens (quando apropriado)
  • Escrever conteúdo simples e fácil de ler
  • Incluir palavras-chave em lugares importantes

SEO Off-page

SEO Off-page, como o nome sugere, é qualquer ação feita fora de um site para melhorar sua classificação.

Exemplos de táticas de SEO off-page incluem:

* estes itens são ainda mais importantes para negócios locais!

SEO técnico

O SEO técnico envolve fazer alterações técnicas para ajudar os mecanismos de pesquisa a rastrear, indexar e classificar o conteúdo com mais eficiência.

Exemplos de otimizações técnicas incluem:

  • Melhorar a velocidade da página
  • Utilizar tags canônicas para evitar conteúdo duplicado
  • Utilizar tags hreflang para conteúdo multilíngue
  • Otimizar o arquivo robots.txt para eficiência de rastreamento

O que é mídia PPC (Pay per Click?)

PPC é uma forma de publicidade em que as os anunciantes pagam por cliques em sites de plataformas populares como mecanismos de busca – como o Google.

Por exemplo, clicar neste anúncio no Google custa dinheiro à Apple:

Exemplo de mídia PPC - Iphone

O que é SEM?

Para entendermos melhor a diferença entre SEO e PPC, é mandatório compreender o que é SEM. SEM, ou Search Engine Marketing (Marketing nos mecanismos de busca), é um termo amplo que abrange SEO e PPC.

Diferença entre SEO e PPC: qual usar?

Com tudo o que sabemos até agora sobre o marketing em mecanismos de pesquisa, é fácil chegar à conclusão de que o SEO é o caminho a seguir porque o tráfego orgânico é gratuito, consistente e passivo.

Mas… Nem sempre é esse o caso.

Às vezes, o SEO funciona melhor; outras vezes, o PPC é a melhor opção. E, às vezes, faz mais sentido usar as duas estratégias de marketing ao mesmo tempo! Tudo depende da necessidade da marca – por exemplo, objetivo, budget de investimento, tempo, entre outros fatores.

Abaixo estão quatro maneiras de usar SEO, PPC ou ambos para obter visibilidade e tráfego máximos dos mecanismos de pesquisa:

1.    Exiba anúncios para palavras-chave muito competitivas

Algumas palavras-chave podem levar muito tempo para terem um bom ranqueamento, devido a alta competitividade. Por exemplo, se você tem uma nova loja de suplementos e deseja classificar para “comprar whey”, suas chances de classificação no curto a médio prazo são pequenas.

Isso ocorre porque você está enfrentando marcas consagradas como Amazon, Netshoes e Americanas – todas com excelente ranqueamento, autoridade de domínio e de abrangência nacional.

Mas isso não significa que você deva abandonar o SEO e apenas exibir anúncios!

Como a classificação para consultas competitivas provavelmente será demorada, existem alguns benefícios em usar o PPC enquanto trabalha para classificar suas páginas. Confira:

a) Você pode gerar receita imediatamente

O tráfego pago é instantâneo. Pode ser ligado ou desligado com o clique de um botão.

Isso significa que você pode enviar esse tráfego para uma página relevante otimizada para conversões e você poderá fazer vendas em minutos.

b) Você pode testar e otimizar conversões

A maioria das plataformas de anúncios possui recursos de acompanhamento de conversões. Eles sabem que, se os editores da campanha obtiverem um retorno positivo em seus gastos com anúncios, continuarão investindo.

Use isso como uma oportunidade para obter informações sobre o custo médio por conversão e executar testes controlados para melhorar sua taxa de conversão. À medida que você começa a produzir lucro com seus anúncios, expanda para outras plataformas (por exemplo, anúncios do Bing).

c) Você pode extrair dados valiosos referentes a palavras-chave

O relatório “Termos de pesquisa” no Google Ads mostra dados de conversão para as palavras-chave em que você está fazendo lances.

Use isso para encontrar palavras-chave com alta conversão para segmentar com SEO.

Por exemplo, digamos que você venda suplementos de proteína em pó.

Lances para uma palavra-chave popular como “suplemento de proteína” podem resultar em muitos cliques, mas em baixas conversões. Para uma consulta mais específica como “proteína de soro de leite de baixa calorias”, você pode receber menos cliques, mas mais conversões. Utilize estas informações para analisar quais são as palavras-chave mais difíceis de ranquear.

2. Use mídia PPC e SEO para palavras-chave com muitos anúncios

Palavras-chave rentáveis tendem a atrair muitos anunciantes. Veja os resultados para “comprar computador”:

Resultado da pesquisa do Google

O Google mostra até quatro anúncios pagos na parte superior, o que leva a menos cliques nos resultados orgânicos à medida que são empurrados para baixo na página.

Isso quer dizer que, no caso de nichos onde há muitos anunciantes, o ideal é investir em SEO e PPC para obter o máximo de tráfego possível – seja de anúncios ou de resultado orgânico, logo abaixo.

3. Use SEO para palavras-chave informativas

A maioria das pesquisas no Google é informativa.

Isso significa que as pessoas querem aprender, não comprar.

Por exemplo, faça uma consulta “como usar whey”, que recebe mais de 2.700 pesquisas por mês.

Resultado volume palavras-chave

É improvável que qualquer pessoa que esteja pesquisando isso esteja buscando pela proteína para compra-la. A maioria provavelmente está procurando aprender a usá-la corretamente após ter adquirido.

Isso explica por que nenhuma empresa de suplementos está comprando lances para essa palavra-chave. Não faz sentido financeiro (mesmo com um CPC médio baixo).

Observando os resultados da pesquisa, no entanto, vemos um suplemento classificado pela empresa organicamente na primeira página – faça o teste!

Então, o que acontece? Acontece que estas empresas estão publicando conteúdo informativo ou educativo para garantir que, quando o usuário necessitar comprar novamente o suplemento, irá até aquele site que lhe deu as informações que precisava – mesmo que não fosse comprar naquele momento.

4. Use SEO e PPC para monopolizar os resultados da pesquisa

Não são apenas os anúncios que reduzem os resultados da pesquisa orgânica, então nesse caso não é tão importante pensarmos na diferença entre SEO e PPC e sim em como podemos utilizá-los ao mesmo tempo para que você obtenha alto tráfego.

O Google agora mostra recursos de SERP, como snippets em destaque, caixas “As pessoas também perguntam” e carrosséis de vídeo para algumas consultas. Você certamente já viu isso:

Diferença entre SEO e PPC

Isso pode ser irritante quando seu objetivo em SEO é ter uma classificação mais alta, mas lembre-se de que é possível aparecer em muitos recursos da SERP – com trabalho duro de SEO, seu site pode aparecer como referência no assunto.

Algumas marcas optam por monopolizar ainda mais os resultados da pesquisa, exibindo anúncios para palavras-chave nas quais já estão classificadas. Por exemplo, um site está exibindo anúncios para “como iniciar um blog”, apesar de já ter uma classificação orgânica e possuir o snippet em destaque – e não há nada de errado nisso: você apenas está garantindo mais tráfego para o seu negócio!

Conclusão

Uma boa estratégia de Search Engine Marketing (SEM) deve analisar a aplicação de mídia online PPC vs SEO e decidir qual é melhor para cada objetivo. Muito além de compreender a diferença entre SEO e PPC, o principal objetivo é saber quando e onde usar cada tática para alcançar os resultados desejados: às vezes SEO é a resposta, às vezes PPC… e às vezes ambos.

Leave a Comment